Papel de Professora - Características do Papel

Oi, gente! tudo bem com vocês?

Fazendo um link com o post de ontem, resolvi falar para vocês sobre algumas características que definem o papel, tal como sua gramatura e pH.

Pesquisei algumas fontes na internet e gostei bastante do conteúdo do site Faz Fácil, que está reproduzido abaixo.

TIPO DE FIBRA

Definição :
É o componente principal para a fabricação do papel

Significado :
O papel pode ser fabricado com polpa de fibras de algodão, as quais são nobres e altamente duráveis por serem fibras longas, provenientes do fruto de árvores ou com fibras de madeira, que são fibras curtas provenientes do caule da árvore e que podem ser tratadas quimicamente para aumentar sua durabilidade.

COLAGEM

Definição :
É a resistência do papel à penetração de líquidos.

Significado :
O tratamento de colagem do papel consiste em adicionar ao papel algum tipo de resina ou cera repelente a líquidos. Um papel sem colagem é um papel absorvente (papel toalha). A colagem pode ser na massa, ou em superfície. Um papel colado na massa evita que a água seja absorvida rapidamente, característica fundamental para a vivacidade das obras de arte, pois um papel artístico colado na massa absorve lentamente, levando o tempo suficiente para que o pigmento que foi dissolvido em base aquosa seque na superfície do papel, mantendo a mesma cor do desenho do começo ao fim do trabalho.

pH

Definição :
É a medida de acidez ou alcalinidade de uma solução.

Significado :
O pH varia de 0 a 14, sendo pH=7: neutro. A maioria dos papéis de uso são ácidos, o que acelera seu amarelamento e decomposição. À medida em que o ácido do ambiente interfere no papel, o pH do mesmo começa a cair para menos de 7, tornando-se ácido e acelerando seu amarelamento. Para papéis artísticos, o pH neutro é fundamental para prolongar a durabilidade da obra de arte.

UMIDADE

Definição :
É a quantidade de água contida no papel.

Significado :
Em estado natural, sem considerar agregados de água casuais ou voluntários, todo papel contém certo grau de umidade. Isso se deve pelo fato do papel sofrer interferências da umidade relativa do ambiente em que está exposto, tendendo a se igualar ao mesmo.

CARACTERÍSTICAS

Os papéis são fabricados basicamente com polpas de fibras e água.
Outros componentes são incluídos de acordo com a finalidade do papel como, por exemplo, cargas minerais. Eles possuem características Visíveis (Gramatura, Espessura, Brancura, Opacidade, Cor e Textura) e Invisíveis (Tipo de Fibra, Colagem, pH e Umidade).

GRAMATURA

Definição :
Compreende-se gramatura do papel, o peso em gramas medido por metro quadrado de uma folha de papel, por isso sempre especifica-se: g/m².

Significado :
A gramatura é a especificação mais importante do papel, já que este é comumente comercializado com base no peso, o que influencia fortemente nos custos.Por isso, sempre que se analisa o preço do papel, principalmente quando se compra com outro, devem ser levadas em consideração as diferenças de gramaturas de um papel para o outro.

ESPESSURA

Definição :
Compreende-se espessura do papel, a distância medida entre uma face e outra de uma folha de papel.

Significado :
Cada tipo de papel, segundo sua composição fibrosa, conteúdo de cargas, tratamentos mecânicos aplicados, etc. , assume uma espessura que lhe é inerente. Vale lembrar que dois papéis que apresentam a mesma gramatura podem ter espessuras diferentes. Assim como a gramatura, a espessura é um fator de grande influência na maioria das propriedades dos papéis; mantendo-se a mesma gramatura, o papel pode ter diferentes rigidez, compressibilidade, porosidade, absorvência e etc da folha.

BRANCURA (ALVEJANTES ÓPTICOS)

Definição :
É a graduação em que o papel reflete a luz, em comparação com o óxido de magnésio, pigmento que lhe atribui 100% de reflexão do papel.

Significado :
A brancura é um dos atributos mais solicitados nos papéis para impressão e escrita. Para a impressão, a brancura realça as cores, devido à luminosidade do fundo. A brancura do papel pode ser natural, ou seja, mantendo-se a cor natural das fibras, ou através de alvejantes ópticos, que se dá por um processo de depuração com componentes químicos, que faz com que o papel torne-se fluorescente quando expostos à luz ultravioleta. No caso de obras de arte (pintura e desenho), o papel não deve possuir nenhum tipo de alvejante óptico, pois se a obra for exposta em um ambiente com luz ultravioleta, o fundo da obra irá refletir, alterando as características do trabalho.

OPACIDADE

Definição :
Opacidade é o contrário de translucidez e, em termos práticos, pode-se definir como a capacidade de uma folha de papel para inibir a observação de caracteres de outra folha.

Significado :
Entre muitos usos, o papel pode ser o suporte para escrita e impressos, por conseqüência, que oferece um alto grau de opacidade. Com ele pode-se evitar a interferência de uma leitura ou imagens, provocada pela visão de objetos que podem estar escritos na face oposta à face observada

COLORAÇÃO

Definição :
É a cor do papel. O papel pode ser pintado na superfície ou colorido na massa.

Significado :
Papéis pintados na superfície são produzidos brancos e, depois de prontos, recebem uma camada de tinta. Estes papéis perdem a cor com maior facilidade, possuem falhas na coloração, e apresentam miolos brancos ao cortá-los ou rasgá-los. Papéis coloridos na massa são papéis que recebem pigmentos durante as misturas de todos os componentes químicos com a água e as fibras. Neste processo, os pigmentos unem-se às fibras, gerando maior resistência e durabilidade à cor do papel, além de apresentar a mesma coloração no miolo e na face do papel e homogeneidade.

TEXTURA

Definição :
Desenhos em relevo alto ou baixo no papel.

Significado :
Papel sem textura é um papel liso, papel texturado pode ser vergê, com Marca de Feltro, ou Gofrado. A textura vergê é produzida durante o processo de formação da folha de papel, através de rolos bailarinos (cilindros) desenhados. A Marca de feltro é a textura específica para desenho e pintura. Esta textura é gerada também através do rolo bailarino, porém este rolo é revestido por um feltro, o qual deixará seu desenho marcado no papel. A gofragem é uma textura produzida no papel após sua fabricação, através de máquinas especiais, que fazem uso de força e pressão, marcando desenhos diferentes na superfície do papel. Ex.: imitação de linha, madeira, casca de ovo, etc.

Comentários